Polícia Militar Revolução Contra o Crime
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Palavras chave

codigo  

Últimos assuntos
» Área de Relacionamento [Livro 01]
Dom Set 10, 2017 2:14 pm por Omenare

» Diálogo Pós-Promoção (DPP)
Sab Set 09, 2017 8:50 pm por jvka7x

» Programa de Incentivo ao Soldado (PIS)
Sab Set 09, 2017 8:49 pm por jvka7x

»  Visão, Missão e Valores
Sab Set 09, 2017 8:42 pm por jvka7x

»  [Setembro] Departamento Financeiro: Formulário de Vendas. [Somente por Vendedores de Cargo].
Sab Set 09, 2017 8:39 pm por jvka7x

» Anexo II - Punições.
Sab Set 09, 2017 8:37 pm por jvka7x

» Anexo I - Política de Segurança.
Sab Set 09, 2017 8:36 pm por jvka7x

» Anexo IV - Oficiais Reformados
Sab Set 09, 2017 8:32 pm por jvka7x

» Anexo III - Política de Baixa e Reintegração.
Sab Set 09, 2017 8:32 pm por jvka7x

Os membros mais ativos do mês

Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 21 em Dom Set 10, 2017 2:12 pm

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Portaria N° 05, de 06 de Julho de 2015.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 Portaria N° 05, de 06 de Julho de 2015. em Sab Set 09, 2017 8:18 pm

jvka7x


Tagarela
POLÍCIA MILITAR REVOLUÇÃO CONTRA O CRIME ®

CORREGEDORIA





Portaria N° 2.500, de 06 de Julho de 2015

Das Políticas de Licença de Serviço


      A Portaria N° 1.500 define políticas a serem aplicadas pelos gestores e membros do Centro de Recursos Humanos e Oficiais da Polícia Revolução Contra o Crime no exercício de suas funções referentes às licenças de serviço na instituição.


Art. 1° -  A Licença de Serviço se refere  ao tempo no qual o Oficial da Polícia Revolução Contra o Crime estará ausente do batalhão e de suas funções na organização. Serão necessárias quando o Oficial estiver em um período de recesso (de sete a trinta dias) por problemas pessoais, de saúde, viagens etc.


Art. 2° - As Licenças de Serviço devem ser formalmente postadas no Setor Administrativo, Area de Requerimentos: Formulário: Pedido de Afastamento, e autorizadas por um membro do Setor Administrativo, que irá transferir seu nickname e período de licença de serviço para as listagens procedentes.


Art. 3° - O policial poderá voltar a qualquer tempo durante o período da sua licença, bastando postar a sua volta. Terminado o período de sua Licença de Serviço, o policial tem um prazo de 24 horas para postar o seu retorno, e, se não o fizer, poderá ser rebaixado por Abandono de dever/Negligência, artigo Nº 15, subcapítulo III, previsto no Código Penal Militar.

Exemplo:
• O oficial "Fulano" entrou em um período de Licença de Serviço [06 Jul 2015 até 20 Jul 2015], ele terá até o dia 21 Jul 2015 23:59 para postar o retorno da licença.

Art. 4° - Ao se retornar da Licença de Serviço, o Oficial deve recompensar os dias em que esteve ausente. Isto é, sua promoção não será permitida até que compense os dias em que permaneceu em licença. 
O protocolo deve ser seguido da seguinte forma:

• O oficial "Fulano" entrou em um período de Licença de Serviço [06 Jul 2015 até 20 Jul 2015] e voltou antes do dia previsto em que esgotaria seu prazo, voltou no dia 16, permanecendo somente 10 dias em afastamento. Ao voltar, o Oficial será impedido de ser promovido até o dia 26 de Julho de 2015, compensando os 10 dias da licença.


Art. 5º - Os policiais pertencentes ao Corpo Executivo não detém de necessidade de licença de serviço como privilégio. Todavia, o policial do Corpo Executivo não pode passar mais de 90 dias sem entrar nas dependências da organização - o que o torna automaticamente fora da Polícia Revolução Contra o Crime.

Art. 6º - Caso um Oficial entre em licença por 07 dias ou menos, liberando uma vaga na patente, nenhum policial poderá ser promovido. Caso um Oficial entre em licença por mais de 07 dias, liberando uma vaga na patente, a promoção de policiais está liberada.


Portaria criada pelo Corregedor e Membro do Setor Administrativo viniciuarea52, em 06 de Julho de 2015.
Revisada e emendada (artigo 5º), sob custódias da Diretoria e Corregedoria, pelo Corregedor e Diretor Chanceler Lucas42hs. em 15 de maio de 2016.

Ver perfil do usuário

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum