Polícia Militar Revolução Contra o Crime
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Palavras chave

codigo  

Últimos assuntos
» Área de Relacionamento [Livro 01]
Dom Set 10, 2017 2:14 pm por Omenare

» Diálogo Pós-Promoção (DPP)
Sab Set 09, 2017 8:50 pm por jvka7x

» Programa de Incentivo ao Soldado (PIS)
Sab Set 09, 2017 8:49 pm por jvka7x

»  Visão, Missão e Valores
Sab Set 09, 2017 8:42 pm por jvka7x

»  [Setembro] Departamento Financeiro: Formulário de Vendas. [Somente por Vendedores de Cargo].
Sab Set 09, 2017 8:39 pm por jvka7x

» Anexo II - Punições.
Sab Set 09, 2017 8:37 pm por jvka7x

» Anexo I - Política de Segurança.
Sab Set 09, 2017 8:36 pm por jvka7x

» Anexo IV - Oficiais Reformados
Sab Set 09, 2017 8:32 pm por jvka7x

» Anexo III - Política de Baixa e Reintegração.
Sab Set 09, 2017 8:32 pm por jvka7x

Os membros mais ativos do mês

Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 21 em Dom Set 10, 2017 2:12 pm

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Portaria N° 08, de 07 de Setembro de 2015.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

jvka7x


Tagarela
COMANDO SUPREMO DA POLÍCIA MILITAR REVOLUÇÃO CONTRA O CRIME ®


CORREGEDORIA





Portaria N° 4.100, de 07 de Setembro de 2015.


Das funções do Cabo da Guarda


     Polícia Militar Revolução Contra o Crime é composta de sua parte física e sua parte administrativa, em sua parte física dividi-se em diversos setores os quais são: Oficial da Guarda, Cabo da Guarda, Sala de Controle e Sala de Pré-Instrução. Nesta portaria ficará estabelecido os deveres de todo e qualquer policial que assumir o posto de Cabo da Guarda.

Art. 1 - Para assumir o posto de Cabo da Guarda é necessário patente mínima de Sargento (Com CFS - Curso de Formação de Sargento, cursado).


Art. 1.1 - Para assumir o posto de Cabo da Guarda é necessário que o policial possua patente menor e/ou igual ao Oficial da Guarda. Salvo os casos em que o Oficial da Guarda seja o único com direitos e não possua um superior com direitos que seja igual e/ou superior ao Cabo da Guarda.

Art. 2 - Cabe ao Cabo da Guarda, motivar os recepcionistas para que os mesmos trabalhem dando o máximo de si. O Cabo da Guarda poderá distribuir até 10 medalhas (Temporárias - 1 mês) por recepcionista como gratificação pelo mesmo estar recrutando bastantes civis.


Art. 2.2 - Cabe ao Cabo da Guarda, manter a recepção lotada de civis. O mesmo poderá delegar policiais para irem em missões de recrutamento evitando-se que a recepção se esvazie.

Art. 2.3 - Cabe ao Cabo da Guarda, organizar uma ''Ordem Unida sem comando'', quando em casos especiais a recepção estiver vazia, sendo assim o mesmo poderá treinar os comandos e o conhecimento dos recepcionistas.

Art. 3 - O Cabo da Guarda poderá estipular metas de recrutamento aos recepcionistas, para que os mesmos trabalhem em cima da mesma.

Art. 4 - É dever do Cabo da Guarda cobrar de seus recepcionistas para que seus civis e eles mesmos "Curtam" o Batalhão para aumentar a nota do quarto, e, por sua vez, a recomendação do mesmo no navegador.



Portaria criada pelo Comandante Supremo Well31 em, 07 de Setembro de 2015. ®
Modificada, em nome da Corregedoria, pelo Chanceler Lucas42hs. em 21 de Setembro de 2015.

Ver perfil do usuário

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum