Polícia Militar Revolução Contra o Crime
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Palavras chave

codigo  

Últimos assuntos
» Área de Relacionamento [Livro 01]
Dom Set 10, 2017 2:14 pm por Omenare

» Diálogo Pós-Promoção (DPP)
Sab Set 09, 2017 8:50 pm por jvka7x

» Programa de Incentivo ao Soldado (PIS)
Sab Set 09, 2017 8:49 pm por jvka7x

»  Visão, Missão e Valores
Sab Set 09, 2017 8:42 pm por jvka7x

»  [Setembro] Departamento Financeiro: Formulário de Vendas. [Somente por Vendedores de Cargo].
Sab Set 09, 2017 8:39 pm por jvka7x

» Anexo II - Punições.
Sab Set 09, 2017 8:37 pm por jvka7x

» Anexo I - Política de Segurança.
Sab Set 09, 2017 8:36 pm por jvka7x

» Anexo IV - Oficiais Reformados
Sab Set 09, 2017 8:32 pm por jvka7x

» Anexo III - Política de Baixa e Reintegração.
Sab Set 09, 2017 8:32 pm por jvka7x

Os membros mais ativos do mês

Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 21 em Dom Set 10, 2017 2:12 pm

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Portaria N° 13, de 24 de Fevereiro de 2017.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

jvka7x


Tagarela
COMANDO SUPREMO DA POLÍCIA MILITAR REVOLUÇÃO CONTRA O CRIME ®


CORREGEDORIA





Portaria N° 13, de 24 de Fevereiro de 2017.

Das funções da Sala de Controle


     Polícia Militar Revolução Contra o Crime é composta de sua parte física e sua parte administrativa, em sua parte física dividi-se em diversos setores os quais são: Oficial da Guarda, Cabo da Guarda, Sala de Controle e Sala de Pré-Instrução. Nesta portaria ficará estabelecido os deveres de todo e qualquer policial que assumir um dos postos da Sala de Controle.

Art. 1° - Para assumir um dos postos da Sala de Controle é necessário a patente mínima de Cabo (Com CFC - Curso de Formação de Cabos, e SEG - Aula de Segurança, cursado). Salvo em exceções de que, não houver policiais com patente acima de cabo, veteranos ou oficiais reformados podem assumir as funções da Sala de Controle.


Art. 1.1 - Para assumir o posto de Auxiliar de Operadores, é necessário que o policial possua patente maior e/ou igual aos policiais que estiverem exercendo as funções de operadores no momento. Caso haja falta de policiais acima da patente de cabo, para assumir, veteranos ou oficiais reformados poderão.

Art. 1.2 - Para assumir o posto de Operador, é necessário que o policial possua patente maior e/ou igual a de Cabo. Caso haja falta de policiais acima da patente de cabo, para assumir, veteranos ou oficiais reformados poderão.

Art. 2° - Auxiliar de Operadores, encontra-se na sala de controle, onde estão as alavancas e os rollers no batalhão.


Art. 2.1 - Cabe ao Auxiliar de Operadores, manter os operadores atentos às suas funções e aos comandos que forem dados na base.

Art. 2.2 - Cabe ao Auxiliar de Operadores, encarregar-se de substituir um operador caso não tenha mais policiais para assumir o posto.

Art. 2.3 - Cabe ao Auxiliar de Operadores, ficar atento aos erros dos operadores e alertá-los para que não ocorra novamente.

Art. 2.4 - Cabe ao Auxiliar de Operadores, autorizar a entrada e saída de militares da sala de controle, além de tirar dúvidas e auxiliá-los.

Art. 2.5 - Cabe ao Auxiliar de Operadores, orientar os operadores a agirem corretamente em suas funções.

Art. 2.6 - Cabe ao Auxiliar de Operadores, conferir se os operadores estão 100% ativos, mantendo um bom padrão de desempenho.

Art. 3° - Operador, encontra-se na sala de controle, onde estão as alavancas e os rollers no batalhão. Cabe ao Operador, facilitar a entrada de policiais ao batalhão, liberando a entrada de recrutas, praças, aliados e convidados.


Art. 4° - Por motivos de segurança, o Operador é dividido em quatro funções, que seguem determinadas regras.


Art. 4.1 - Cabe ao Operador 1, conferir a farda, missão e emblema que o policial está naquele momento. Deve também sempre verificar o dono do grupo ao qual o policial favorita, para saber se de fato é da RCC.

Art. 4.2 - Cabe ao Operador 2, conferir o perfil, número nas costas e se o balão de fala está branco. Deve também conferir se o policial possui grupos de outras polícias ou empregos cujo seja restrito a somente membros daquela empresa.

Art. 4.3 - Cabe ao Operador 3, conferir a TAG no fórum e liberar a entrada no batalhão. Deve também conferir as TAG's corretas, sem margem de erro. Para facilitar o conferimento, deve-se sussurrar com o policial, copiar o nick dele (Control + C) e colar (Control + V) na listagem ou requerimento do fórum. Após colar a TAG, ver se é igual a que possui na missão do policial.

Art. 4.4 - Cabe ao Operador 4, conferir os recrutas e liberá-los para a sala do sentinela. Deve também verificar se o recruta é fake (verificando as atitudes, grafia, data de criação da conta, amigos e grupos) e conferir se possui algo de errado. Mantém também a lista de exonerados aberta, para verificar se o recruta consta ou não na listagem de exonerados.

Art. 5° - É dever de qualquer policial que assuma um dos postos da Sala de Controle, que cumpra com as normas estabelecidas por este documento.

Portaria criada pelo Comandante Joao:Roberto em, 24 de Fevereiro de 2017. ®

Ver perfil do usuário

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum